0 Série Estudando Fora - Edição Holanda



A Série Estudando Fora é uma das que eu mais curto fazer no blog! E eu fico super feliz quando consigo "recrutar" novas pessoas pra contar um pouco sobre a experiência que elas tiveram estudando no exterior.

Eu conheci o Gregor por conta do estágio que ele está fazendo no think tank onde eu trabalho. Ele já estudou fora três vezes e topou participar da série contando sobre o mestrado que ele está fazendo na Holanda.

Espero que vocês gostem e deixem suas dúvidas nos comentários! 

Ah, nas próximas semanas teremos mais posts da Série Estudando Fora, então fiquem de olho!

Beijos,

Laís



***Estudando na Holanda***





Perfil

Nome:Gregor Guedes

Idade: 27 anos

País e cidade onde está morando: Holanda, Nijmegen

Universidade onde você está estudando: Radboud University

O nome do seu curso: Mestrado em Geografia Humana, especialização em Conflito, Território e Identidade.

Marque uma das opções abaixo:

[  ]graduação  [ X]mestrado

Acadêmico

Você sempre quis estudar fora do Brasil?
Sim

Qual foi a maior diferença que você notou entre estudar no Brasil e estudar no país onde está agora? Quais foram suas maiores dificuldades?
Olha já estudei fora 03 vezes. Uma na Dinamarca enquanto estudante do ensino médio, outra na Holanda enquanto estudante de graduação e a terceira na Holanda novamente como estudante de mestrado. Para simplificar vou falar mais de minha ultima experiência.


A maior diferença que se nota é infraestrutura oferecida ao aluno e a organização das faculdades. As aulas ocorrem no horário combinado, todos são pontuais, a estrutura da faculdade é excelente com boas instalações para o aluno estudar, pesquisar, baixar arquivos acadêmicos do mundo inteiro. As bibliotecas são confortáveis, têm maquininhas de café e um restaurante universitário com um preço justo (4,50 euros uma boa refeição). Além disso, os professores costumam responder aos e-mails dos alunos com mais rapidez e são mais exigentes, eu tinha avaliação semanalmente.


Dar conta de ser avaliado semanalmente foi uma grande dificuldade. Além disso, o fato de estar longe dos amigos, da família em um país estranho não ajudava nos momentos de maior pressão psicológica que ocorriam com a alta demanda de leitura e trabalhos.

O pessoal na universidade foi receptivo?
Olha o holandês é muito profissional, te recebem, te orientam, tiram tuas dúvidas, etc etc... se tens dificuldade ao imprimir um documento, se precisas ter uma reunião com um professor, se queres alguma carta de recomendação ou afins eles te ajudam, são bastante solícitos. Todavia, esta gentileza toda se restringe ao profissional, socialmente são pessoas educadas, mas não são receptivas. Não te convidam para um bar, um jantar nem são pessoas de bater papo.

O que as pessoas daí acham do Brasil?
Não entendem muito bem o Brasil, conhecem o estereótipo de que aqui é o país do futebol e do carnaval da mulher pelada, não sabem bem a diferença entre brasileiros e latinos/hispânicos; para eles é tudo a mesma coisa. Tampouco sabem da diversidade cultural e racial do Brasil, costumavam me perguntar como eu era brasileiro se eu era branco, e por aí vai...

Sabem que o Brasil é um país em desenvolvimento com sérios problemas sociais e sabem também que o brasileiro é muito festeiro e animado, mas justamente essa combinação tosca entre pobreza e felicidade é vista um pouco negativamente entre eles.

Claro, existem holandeses que namoram brasileiras e, por isso, conhecem mais sobre o país. Existem mais holandeses que namoram brasileiras do que o contrário... E existem também holandeses apaixonados pelo Brasil que talvez não pensem assim, mas falo da maioria.

Quais são as dicas que você dá para os brasileiros que querem estudar fora do Brasil?

Aprenda, em profundidade, a língua do país onde você quer estudar. Caso você não tenha um interesse extremamente específico em um país que não seja de língua inglesa, invista o máximo que puder no inglês.  Além de, evidentemente, poderes estudar em países de língua inglesa, muitos países como a Noruega, a Suécia, a Dinamarca, Luxemburgo e Suíça oferecem mestrados e doutorados em inglês. 


Pesquisem com frequência bolsas na internet e no Facebook também, existem várias páginas de bolsas acadêmicas no Facebook para você dar uma curtida e poder acompanhar as novidades.

Coloque bem claro na sua cabeça se você vai para estudar ou para conhecer e se divertir. Misturar os dois resulta, muitas vezes, em prejuízo ou nos estudos ou na diversão.

Nota da Laís: Gostei da sinceridade! hahaha

Cultural

Como foi o processo de mudança? Quais são as diferenças culturais mais marcantes entre o Brasil e o país onde você está?
Talvez seja melhor falar da primeira vez, neste caso, em que morei na Holanda. O processo de mudança teve seus aspectos positivos e negativos. Positivamente vale lembrar a organização do país. O transporte funciona bem, as cidades são limpas a segurança é impressionante. Pode andar na rua sozinho de madrugada e não ter medo de nada. Também foi legal ter morado só e aprendido a “me virar”. Apesar de não ter sido fácil no início me acostumei tanto com isso que quando retornei ao Brasil saí por definitivo da casa de meus pais com a primeira oportunidade.

A diferença cultural mais marcante é na atitude do povo, os holandeses, apesar de muito educados, não têm o calor humano do brasileiro, são frios, distantes e de poucas amizades. Essa diferença do comportamento social é o mais marcante que posso falar em termos de cultura e comportamento, a pontualidade e a organização holandesa também marcam uma grande diferença entre os dois países.

Qual o feriado/festa nacional mais divertido/interessante no país onde você está?
Olha o dia do Rei é para eles uma festa semelhante ao que é carnaval para nós. Bem dizer, o carnaval do brasileiro é o dia do rei na Holanda. Mas na primeira cidade em que morei Leiden, bela Leiden, eles também tinham uma festa em comemoração a uma batalha em que expulsaram os espanhóis da cidade. Essa festa em Leiden que ocorre em algum dia de Outubro de todos os anos também era bem legal.

Como é o custo de vida no país?
O aluguel de quarto é bastante caro, um quarto mobiliado com energia, calefação, chuveiro (talvez) e internet inclusos fica entre 350 e 400 euros. O banheiro, máquina de lavar e cozinha geralmente são compartilhados.

Fora o aluguel, o resto não é tão caro, não. O preço da feira básica se você for aos mercados baratos como LiDl e Audi é igual ou muitas vezes mais barato do que no Brasil. O custo de morar na Holanda não difere muito do custo de  morar no Brasil, claro que a comparação, no caso do Brasil, varia muito também de cidade para cidade. Faço uma comparação aqui com o preço das metrópoles.

Onde você está morando? Aluguel, alojamento, residência estudantil etc.?
Morei em uma residência estudantil. Na Holanda existem empresas especializadas em arranjar quartos ou alojamentos próprios para estudantes. O serviço costuma ser bom, mas é preciso prestar muita atenção nos contratos. Algumas vezes, os locadores, principalmente empresas, procuram tirar vantagem do locatário.

Quais os lugares que você mais gosta de visitar aí?
Os bares devido à diversidade de cervejas que pouco encontramos nos bares do Brasil

O que você mais gosta de comer aí?
Olha a culinária holandesa não é das mais diversificadas e elaboradas não. Eles têm um biscoito aqui bem gostoso que é o speculass e um outro tipo de biscoito/doce que se chama stroopwafle. Os queijos holandeses são muito bons e bem baratos. Além disso, existe uma diversidade de produtos muito grande nos supermercados da Holanda: diferentes tipos de arroz, boas sobremesas, molhos de tomate italianos, etc. A carne bovina na Holanda é péssima. Para achar uma carne razoável, recomendo ir a uma loja turca que vende também muitas especiarias daquele país, algumas muito saborosas como frutas em calda.

Como você se locomove até a universidade ou outros lugares? 
Geralmente de bicicleta, na Holanda se faz quase tudo de bicicleta o que é ótimo. Trem só quando viajava para outra cidade o que foi raro.

Você pensa em ficar de vez no país onde está estudando? Por que?
Não. Apesar dos problemas do Brasil, aqui é minha casa e eu gosto da passionalidade brasileira.

Qual é a parte mais legal da experiência de estudar fora?

Olha, o conhecimento que se adquire, os contatos feitos, o fortalecimento curricular são aspectos muito bons. Mas, a parte mais legal, para mim, foi de ter curtido certos aspectos positivos que não temos no brasil, como  a segurança, a organização, pessoas do mundo inteiro etc. 

1 Top 5 Músicas - Pro fim de semana










Oi!

Gente, eu sei que o blog tá parado, mas juro que tô tentando ao máximo voltar ao ritmo, tá?

Pra esse sábado, achei que era mais do que justo voltar a postar colocando um Top 5 músicas pra vocês curtirem no fim de semana.

Vamos lá?


5º Lugar

Sam Smith - Lay Me Down

O Sam Smith tem músicas tão lindas... Essa é mais uma delas. Achei o clipe simples e tão bonito. Adorei!





4º Lugar

Mark Ronson - Uptown Funk ft. Bruno Mars

Eu gosto muito da voz e do estilo do Bruno Mars e "Uptown Funk" é muito boa de se ouvir. É levinha, divertida, fácil de gostar! E a dança no clipe também é muito legal. A cena no salão de beleza é muito boa!




3º Lugar

Iggy Azalea - Trouble ft. Jennifer Hudson

Adorei ver as vozes da Iggy e da Jennifer juntas, as duas cantam muito. Gostei também que o estilinho dessa música é um pouco diferente, pelo menos no que se refere à Jennifer. A imagem que tenho dela é de músicas super dramáticas, num estilo mais "diva". Achei legal essa pegada diferente de "Trouble"!




2º Lugar

I really like you - Carly Rae Jepsen

O que dizer da Carly Rae que cantou a música pop do verão mais legal de alguns anos atrás? Sim, eu estou falando de "Call me maybe"! Quem não se amarrou nessa música? Parece que ela voltou inspirada depois de uma temporada interpretando a Cinderela no espetáculo homônimo da Broadway e fez essa música super legal e com um clipe mega divertido com o fofo do Tom Hanks cantando e dançando junto com ela. O final é muito <3 




1º Lugar

Style - Taylor Swift

Eu tô ouvindo essa música o tempo todo! Quando ouvi e vi o clipe pela primeira vez, eu não dei a mínima atenção. Achei meio arrastada, meio desanimada. Beeem diferente de "Shake it off" e "Blank space" que foram as primeiras músicas a bombar nesse álbum novo da Taylor, o 1989. Mas, agora, tô amando. Tô achando o estilo do clipe a coisa mais linda e viciei na música. 



E aí o que acharam dessa seleção? Contem nos comentários!!

Espero que vocês tenham curtido!

Beijos

0 Casinha - Estante Colorida






Olá! 

Há uns anos atrás, eu era totalmente viciada em revistas de decoração, mas com o passar dos anos, eu fui migrando da revista pra internet e agora sempre que dá eu dou uma olhadinha em vários blogs de decoração bem interessantes. 

Acho que uma das coisas que eu mais quero um dia é ter uma casa bem linda e na qual a decoração tenha a minha cara. Até lá, a gente vai fazendo como pode, né? Garimpando umas coisinhas legais com preço acessível e até fazendo algumas coisas em casa mesmo.

Já estou há um tempinho com um projeto de pintar a estante que eu tenho na sala. Fui pesquisar um pouco pra ter umas ideias e encontrei algumas tão legais que achei que rolava fazer um post aqui sobre isso.

Abaixo, vocês vão conferir vários ambientes com estantes lindas e coloridas que podem inspirar a decoração na sua casa, ou pelo menos no seu quarto! E, além disso, juntei algumas opções bacanas de estantes coloridas pra quem tá a fim de investir.

Vamos lá?




Fonte

Quem diria que eu que detesto amarelo ia começar esse post logo com essa foto, né? O fato é que achei que o amarelo "ornou" bem nesse ambiente de tons neutros (branco, preto e madeira). Não colocaria uma estante amarela na minha casa, mas achei que ficou bonito aí!



Fonte

Ao contrário da primeira foto, eu amo verde! haha E achei lindo esse tom meio esmeralda meio menta. A estante parece uma mistura de madeira e alvenaria e super se destaca no ambiente. Achei lindo também que tem vários quadros pendurados na própria estante e de um jeito bem despretensioso.


Fonte


Também gostei muito desse tom profundo de azul. Assim como a anterior ela fica parecendo meio madeira, meio alvenaria. Eu achei o resto do ambiente muito sério, mas acho que essa é uma ótima ideia de cor pra pintar a minha estante.





Nessa busca de fotos eu vi dezenas, milhares, milhões de estantes desse tipo! Com a parte de fora de uma cor e o fundo pintado em outra. Eu vi alguns modelos lindos e também acho que faria (pena que a minha estante é vazada e não tem fundo!) Achei que ficou lindo esse rosa com branco numa parede azul-claro. Bem suave.


Fonte

Eu achei essa sala maravilhosa! O pé direito parece bem alto, a mesinha é de uma madeira bem rústica e o tom de azul da estante (que toma toda a parede em volta da porta) é fantástico. Sem dúvida esse azul "salta" do branco e dá um charme a mais pra sala. Adorei! 

Fonte

Eu falei! Tá aí mais uma estante com o fundo pintado de outra cor. E, dessa vez, com várias cores diferentes: verde, roxo e amarelo! Achei uma graça também.


Fonte

Eu achei uma belezinha esse tom de verde (?), azul (?) dessa estante! Super fresco, dá um toque de cor sem chamar tanta atenção. Aliás, adorei a escrivaninha também! Eu quero morar nesse lugar!

Abaixo, estão algumas opções bem legais de estantes que ficariam lindas na sua casa e na minha também! haha





1 - Lojas Americanas - R$ 251, 10. Para ver o site, clique aqui.

2 - Oppa - R$ 899,00. Pra ver o site, clique aqui.

3 - Tok & Stok - R$ 370,00. Pra ver o site, clique aqui.



4 - Tok & Stok - R$ 499,50. Pra ver o site, clique aqui.

5 - N'store - R$ 1.890,00. Pra ver o site, clique aqui.

6 - Oppa - R$ 636,00. Pra ver o site, clique aqui.


7 - Meu móvel de madeira - R$ 769,00. Pra ver o site, clique aqui.

8 - Tok & Stok - R$ 445,00. Pra ver o site, clique aqui.

















E aí, gostaram? Vocês comprariam alguma dessas opções? Também têm vontade de reformar algum móvel que têm em casa? Conta nos comentários!







1 Top 5 - The Voice 2015 (Blind Audition)









Amigos e amigas, podem comemorar porque já começou a 8ª temporada do The Voice Estados Unidos!!!

Todas comemoram!!!

Menos Claudinha...

Eu adoro o The Voice Estados Unidos: os técnicos, as músicas, os participantes, o formato... enfim, eu adoro esse programa! Adoro o modo como as apresentações lá são de altíssima qualidade e que os técnicos realmente ensaiam e ensinam os participantes a cantar.

E, especialmente, os técnicos sabem que são super ricos, lindos e famosos e ficam de boa com isso. Não ficam competindo por espaço, querendo chamar atenção pra si mesmos e até tirando o foco do programa que deveria (obviamente) estar centrado nos participantes. Quem tem que brilhar ali são os calouros, gente! Nesse quesito, sabemos que o The Voice Brasil fica muito atrás. Chega a ser triste quando você tenta comparar as duas versões (brasileira e americana). Mas... isso aí é uma longa história. Vamos logo ao que interessa!

Resolvi fazer um TOP 5 Músicas das Blind Auditions (audições às cegas), ou seja, da primeira etapa do The Voice 2015. Já teve muita gente boa e muita música legal nesses poucos episódios e eu achei até bem difícil escolher só 5! Por isso, tem um bônus! haha

Vamos ouvir música boa?



#5 Rob Taylor cantando "I want you"

Gente o que são esse agudos do Rob???? Achei incrível a apresentação dele!



Se não consegue ver abaixo, clique aqui!







#4 Deanna Johnson cantando "All I want"

Achei essa menina a cara da Jennifer Lawrence. E adorei a voz dela, claro!


Se não consegue ver abaixo, clique aqui.



#3 Sawyer Fredericks cantando "I am a Man of Constant Sorrow"

Perdi as contas de quantas vezes vi essa apresentação! O Sawyer é tão folk! Adorei esse estilo. Fora as caras dos técnicos vendo ele cantar... parece que não acreditam que a voz é mesmo dele!

Se não consegue ver abaixo, clique aqui.






#2 India Carney cantando "New York State of Mind"


India Carney simplesmente zerou o The Voice cantando essa música. Canta muito essa mulher!

Se não consegue ver abaixo, clique aqui!




#1 
Ashley Morgan cantando "I wanna dance with somebody"

Assumo que coloquei ela em primeiro lugar mais pela música que eu (assim como a Christina Aguilera) adoro! Mas achei bem legal a apresentação dela e a voz também. Espero que se dê bem na competição.

Se não consegue ver abaixo, clique aqui!



Bônus! Treeva Gibson cantando "Young and Beautiful"

A voz da Treeva é angelical! Achei emocionante essa apresentação e acho que a música caiu muito bem no tipo de voz dela.

Se não consegue ver abaixo, clique aqui!




E aí, vocês também adoram e acompanham o The Voice americano?

O que acharam desse TOP5?

Conta tudo nos comentários!



3 Wanderlust - Irlanda, a Ilha Esmeralda






Oi!

Estou mega feliz de poder compartilhar hoje mais um post da série Wanderlust! Dessa vez, é a minha querida Sophie quem faz as honras a presenta pra gente a sua terra natal: a Irlanda! 

Prepare-se pra se deliciar com dicas e fotos incríveis. E, claro, não esqueça de comentar e dizer o que você achou desse post, ok?

Muitos beijos,

Laís

**Wanderlust - Irlanda, a Ilha Esmeralda**


A Irlanda é a minha segunda casa, então nada me dá mais prazer do que escrever sobre esse país incrível e muito rico. Eu nasci aqui, mas fui morar no Brasil quando era bem novinha, voltava de vez em quando para visitar minha família que ainda mora aqui e quando vim estudar no Reino Unido acabei tendo mais tempo de conhecer a Irlanda e sua capital, Dublin.  A Irlanda é bem pequena e tem muita coisa pra fazer: de praias à castelos à patrimônios culturais da UNESCO, essa pequena ilha está recheada de cultura e histórias pra contar!

Seguindo o formato do último segmento da série, vou começar com as curiosidades:

Para quem não sabe a Irlanda é dividida em 2 países: a República da Irlanda (no Sul) e a Irlanda do Norte, que é parte do Reino Unido; mas muitos que nascem na ilha da Irlanda se consideram irlandeses independentemente da parte em que nasceram. Dublin é a capital da República da Irlanda e Belfast é a capital da Irlanda do Norte – e quem já viajou por aqui sabe que eles até usam moedas diferentes (pois a Irlanda usa o Euro e, o Reino Unido, a Libra Esterlina). A Irlanda também tem a sua própria língua, e as pessoas são muito orgulhosas do gaélico irlandês, que junto com o inglês são as duas línguas oficiais do país. A Irlanda é conhecida como llha Esmeralda por causa das vastas vegetações verde-claras.

Dublin

Dublin é uma cidade relativamente pequena, com um pouco mais de 500 mil habitantes, mas com muitas atrações turísticas.

Onde ficar? 

Como qualquer mochileira viajante, estou acostumada em ficar em albergues, e em Dublin há varios! Fiquei no Avalon House, mas é só entrar no Hostel World e procurar os que tem as melhores notas e críticas (vale para outras cidades também, especialmente na Europa!)

Aqui vão algumas dicas de coisas para fazer na cidade:

Dublin Castle (Castelo de Dublin): O Castelo de Dublin foi criado em 1204 pelo Rei João da Inglterra e foi a antiga sede do governo provisório da Irlanda depois de sua independência em 1922. Com certeza é um dos prédios mais importantes da cidade e vale a pena visitar se tiver tempo!



St. Patrick’s Cathedral (Catedral de St.Patrick): A Catedral de St. Patrick, fundada em 1191, é a maior igreja na Irlanda e tem uma torre de 43 metros (140 pés). Ela é uma das duas catedrais da cidade dedicada à Igreja da Irlanda e sua arquitetura e beleza atraem gente da Europa toda!




Guinness Storehouse (fábrica da Guinness): Certamente uma das grandes atrações turísticas da cidade, a fábrica da Guinness te leva pelo processo de fabricação de um dos maiores patrimônios do país: a cerveja! Além de ser muito informativo eles até te mostram como servir o ‘pint perfeito’ de Guinness e, claro, dar uma oportunidade para degustação!



Dublina, Viking Museum (Museu Viking): Pra quem gosta de museu este aqui e excelente! O Dublina documenta a Era Viking na Irlanda de c.800 AD para c.1150 AD . A influência dos Vikings é bastante evidente no país, e você ainda pode ver os artefatos que foram encontrados a aprender mais sobre a história antiga da Irlanda.



Temple Bar: Chega de museu! O Temple Bar é o bairro cultural de Dublin e muito popular entre os irlandeses e população local. Tem uma vida noturna bastante animada que é bem conhecida entre os turistas por ter vários pubs bem tipicamente Irlandeses. Se você estiver em Dublin, certamente não é uma atração para se perder.



Trinity College, Dublin: Conhecida por ser a universidade mais antiga da Irlanda, e a de mais prestígio também – possui um campus muito lindo e bem no meio da cidade.



Parques

Se você gosta de parques, então vai adorar Dublin! Com muito verde em toda parte da cidade, você nunca se cansa de ficar em contato com a natureza. Aqui estão os meus dois preferidos de Dublin:

St. Stephen’s Green: o St. Stephen’s Green tem 9 hectares de puro verde e colorido de flores e um lugar perfeito para relaxar e fazer um piquenique!










Phoenix Park: Mais afastado um pouco do centro, Phoenix Park é um dos maiores parques fechados (murados) na Europa. Mede 712 hectares, com uma circunferência de 16 km e é a casa do Zoológico de Dublin, outra atração turística bem famosa!








Passeios

Passeio de Barco pelo Rio Leffey: Os passeios saem todo dia com bastante frequência e te levam para todos os lugares diferentes da cidade. Há passeios durante noite também, com jantar e bebidas inclusos.




Dublin Bus tours: Se estiver com pouco tempo na cidade os ônibus verdes de dois andares com certeza são sua melhor opção! Eles te levam para todos os pontos principais da cidade (acima citados) e você pode sair do ônibus em qualquer ponto e pegar o próximo durante o período de 2 dias. Certamente vale a pena e os motoristas divertidos e bem humorados são a melhor parte a jornada!

Fonte: Grabone



Dica: Se quiser conhecer um pouco mais da Irlanda e sair de Dublin, recomendo fazer um passeio de um dia para os Cliffs of Moher (Falésias de Moher): um dos maiores destinos de geoturismo e beleza natural da europa. Não há palavras para descrever a beleza desse lugar! Também foi um dos locais de filmagem do Harry Potter e o Enigma do Príncipe!







Importante: os passeios levam o dia todo, mas saem de Dublin e operam quase todos os dias! 


O que vocês acharam da Irlanda? Deixem suas dúvidas e comentários abaixo!