6 A Teoria do Dinheiro & Projeto Poupa Laís







Oi!

Resolvi fazer esse post porque essa é aquela época do mês em que, pelo menos pra mim, chega aquela coisa maldita... a fatura do cartão de crédito!




HAHAHAHA
#risada #de #desespero

Só o que posso dizer em relação a isso é: 

- oi, meu nome é Laís, e eu sou viciada em compras!



A gente sabe que, de acordo com a sabedoria popular, “dinheiro não compra felicidade”. 

Mas, é impossível negar o impacto que ele tem na nossa vida.

Eu odeio ficar pensando em dinheiro, mas não tem jeito! Cheguei à conclusão de que quanto menos a gente pensa em dinheiro, menos a gente TEM dinheiro.

A questão é que um monte de compras compulsivas (ou talvez nem compulsivas, mas que poderiam ser mais bem administradas) fazem um rombo no orçamento e complicam vários dos nossos projetos pessoais.

Outro ponto importante a pensar é que guardar dinheiro exige um certo esforço, não só pelo controle de “não comprar nada”, mas pra se conscientizar de que você:

- tem que cuidar melhor das suas coisas pra que elas durem e você não precisa comprar toda hora;

- tem que ter tempo de ir ao mercado, de cozinhar, de lavar a louça (e no caso de algumas pessoas, aprender a cozinhar!) porque sai muito mais barato comer em casa do que comer fora;

- tem que ler todos os livros que você já tem antes de comprar livros novos, Laís!!!! (essa é pra mim);

- não precisa fazer programas caros pra se divertir;

- não tem que ter várias sombras e batons tão parecidos que quase parecem iguais! (essa é pra mim também).

[Todas são pra mim, na verdade!]

Enfim, mudar esse hábito de gastar dinheiro desnecessariamente é um processo que afeta todas as áreas da sua vida! 



Pra explicar melhor, vamos à TEORIA DO DINHEIRO! Existem dois tipos de pessoas em relação ao gasto de dinheiro:

1 – pessoas que gastam dinheiro pra TER coisas;

2 – pessoas que gastam dinheiro pra FAZER coisas.

Na primeira categoria, estão aquelas pessoas que têm prazer em comprar. Pode ser livro, roupa, sapato, perfume, jóias, CDs, carros, objetos de decoração, eletrônicos, qualquer coisa. Isso porque acham que precisam daquilo pra ter uma vida mais confortável, ou pra estarem mais bem arrumados, ou por qualquer outro motivo.

Na segunda categoria, estão as pessoas que gastam dinheiro não com coisas materiais que elas possam “guardar”, mas com experiências, por exemplo: viagens, cursos, passeios, etc. Esse tipo de gasto, embora mais caro em relação aos itens da primeira categoria, são muito mais vantajosos, porque quase sempre eles significam um investimento em você mesmo e porque, a longo prazo, essas experiências são  mais recompensadoras.



O que eu percebo em relação aos meus gastos é que, quase sempre, o impulso pra comprar as coisas materiais, me impede de concretizar esses sonhos não-materiais. O dinheiro que eu gasto pra ter coisas, me atrapalha na hora de fazer coisas. E eu não quero isso!

Obviamente uma maquiagem de R$100,00 é mais fácil de pagar do que uma passagem aérea de R$2.000,00. Mas se eu calcular o valor pela quantidade de maquiagem que eu tenho (e tive durante a vida), daria pra pagar muitas passagens!

Toda essa piração me deixou com vontade de economizar pra fazer as coisas que eu quero. Sim, economizar de verdade e não igual às outras vezes que eu falei que ia economizar e não mudei nada! Haha

#soubrasileira #enãodesistonunca

Ano passado, eu acompanhei o ‘Projeto Pé de Meia’, da blogueira Stephanie Noelle, e acho que está mais do que na hora de tomar uma iniciativa parecida com a dela. Logo, ela passou a chamar o projeto de #poupanoelle e, por isso, resolvi adotar aqui o 'Poupa Laís'.

E aí, decidi bolar umas regrinhas (bem duras!) pra mudar de vez esse jogo:

1 – O projeto vai durar até 31 de dezembro de 2015;

2 – Todo mês eu vou atualizar vocês sobre o andamento aqui no blog dizendo com sinceridade se eu cumpri ou quebrei alguma regra;

3 – A partir de agora, fica instituído que:

Eu não posso comprar NENHUM livro;

Eu não posso comprar NENHUM material de papelaria;

Eu não posso comprar NENHUM item de maquiagem;

Eu só posso jantar fora DUAS vezes por semana;

Eu só posso gastar até R$ 150,00 em roupas ou acessórios por mês;

Eu só posso ir ao cinema UMA vez por mês;

Eu só posso gastar até R$25,00 no almoço;

Eu vou anotar todos os meus gastos;

Exceções vão ser repensadas em caso de viagem;

Vocês vão ter que me ajudar!


#socorro

Esse projeto começa assim que esse post estiver no ar! E eu vou precisar de muito apoio pra conseguir cumprir todas essas regras e não dar uma de louca e sair comprando tudo num momento de depressão! Haha

Como descrito no número 2, todo mês vou atualizá-los sobre o andamento do projeto e sobre as regras que eu consegui ou não cumprir, ok?

Sim, os posts de Wishlist aqui no blog continuam porque sonhar não custa nada! Haha

Me desejem sorte! E me incentivem muito! haha


Beijos
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Pronto! Vou poder começar a te ajudar (a.k.a.: te encher o saco)!
    Boa sorte amiga, coloco fé. E vou tentar seguir o exemplo, sem ser tão rígida, hihi.

    ResponderExcluir
  2. Gostei de ver! Tbm vou encher seu saco...rsrs

    ResponderExcluir
  3. Gostei de ver! Tbm vou encher seu saco...rsrs

    ResponderExcluir
  4. Hahahaha sofrência!
    Mas vamos te ajudar! FORÇA!

    ResponderExcluir